WhatsApp Image 2024-02-29 at 16.41.20

IAC-CE recebe da Alece o primeiro lote de equipamentos para programa Ceará sem Fome, no Jardim Guanabara

No início da tarde da quarta-feira passada, dia 28 de fevereiro, o Instituto de Arte e Cidadania do Ceará – IAC-Ce, recebeu da Assembleia Legislativa do Estado do Ceará (Alece),  equipamentos para cozinhas do Ceará Sem Fome, programa permanente de combate à fome, de iniciativa do Governo do Estado. 

Esse será o primeiro de sete lotes de equipamentos que serão doados pela Alece para estruturar as cozinhas comunitárias, dentre as 48 Unidade Gerenciadora das Unidades Sociais Produtoras de Refeições (USPRs), administradas pelo IAC. A primeira unidade comtemplada foi a USPR FACIS, que faz parte de Lote 1 e localiza-se Rua Pe. Teodoro, 996,  no bairro Jardim Guanabara.

Participaram da entrega dos equipamentos a presidente do IAC-Ce, Monalice Araújo, acompanhada de boa parte da equipe do instituto; o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Evandro Leitão, demais parlamentares da Casa, representantes do Governo do Estado e membros do Comitê Intersetorial de Governança do Ceará Sem Fome, presidido pela primeira-dama do Estado, Lia de Freitas.

Em sua fala, Monalice Araújo, agradeceu em nome da instituição, primeiramente, a Deus, à sua equipe, tão comprometida com propósito social do IAC, e a todos os parceiros e colaboradores do programa Ceará Sem Fome. Por sua vez, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado, Evandro Leitão, ressaltou o trabalho do IAC-Ce no programa e a importância da contribuição e do trabalho para o sucesso do Ceará Sem Fome, de todos presentes no evento.

Para o programa Ceará Sem Fome, a Alece está doando equipamentos como freezers, liquidificadores, fogões industriais, refrigeradores, frigideiras, panelas, entre outros utensílios. A doação reforçará o trabalho que vem sendo realizado pelo Governo do Estado, por meio da atuação de 1.080 cozinhas que fornecem mais de 100 mil refeições diárias para os cearenses em situação de vulnerabilidade social.

Ao longo das próximas semanas, serão entregues mais utensílios e eletrodomésticos de acordo com a necessidade de cada cozinha credenciada e contemplada em Fortaleza pelo programa Ceará Sem Fome. Dentre as próximas contempladas está a USPR Projeto Amigos de Deus, do IAC, que faz parte lote 06 e fica  localizada na Rua Humberto Lomeu, 2074, Granja Lisboa.

O Ceará Sem Fome é um programa do Governo do Ceará para levar comida saudável à mesa de cearenses em situação de extrema pobreza.  O objetivo é combater a fome através de diversas instituições (públicas e privadas) e do engajamento da sociedade civil, por meio de ações e políticas públicas para alimentar de forma saudável a população mais carente do estado.

WhatsApp Image 2024-02-16 at 13.52.47

Horta Social promoveu a 4ª colheita do ano, nesta sexta-feira(16/02), com a presença de secretário e canais de TV

O projeto Horta Social, iniciativa da Prefeitura de Fortaleza, por meio da Secretaria dos Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SDHDS), em cogestão com Instituto de Arte e Cidadania do Ceará (IAC-CE), realizou,  nessa sexta-feira (16/02), a partir das 7h, a distribuição de hortaliças, no Conjunto Ceará.

Na colheita de hoje foi entregue  1 tonelada de hortaliças (couve manteiga, alface e coentro) mais pimenta de cheiro para cerca de 284 beneficiados do projeto e residentes no bairro Conjunto Ceará e adjacências. O evento contou com a presença do secretário dos Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SDHDS), Francisco Ibiapina e vários canais de TV: TV Verdes Mares ( Bom Dia Ceará), TV Cidade,  TV Jangadeiro e TV Terra do Sol. Abaixo estão os links das matérias.

O Projeto Hortas Sociais promove o acesso a alimentos saudáveis em áreas de insegurança alimentar por meio do cultivo e fomento da agricultura urbana. Uma atividade de promoção de segurança alimentar que distribui hortaliças orgânicas, atingindo um total de 2.400 beneficiados que residem no Conjunto Ceará, na Granja Portugal e Conjunto Palmeiras, locais onde estão instaladas as quatro estufas do projeto.

Além dos idosos beneficiados com o recebimentos de hortaliças, muitos deles cadastrados desde 2016, início das Hortas Sociais, o projeto prioriza pessoas em situação de insegurança alimentar que são cadastradas e encaminhadas pelos Centros de Referência da Assistência Social que atuam no território onde as Hortas Sociais.  As pessoas cadastradas também podem participar do plantio das hortas em atividades realizadas nas estufas.

Número de 2023

Em 2023, o projeto Hortas Sociais produziu mais de 45 toneladas de alimentos que foram destinados a pessoas idosas e em insegurança alimentar. Essas hortaliças foram distribuídas em 38 colheitas no decorrer do ano passado. Em 2024, até a data de hoje (16/02), o projeto Horta Social já promoveu quatro colheitas, distribuindo mais de quatro toneladas de hortaliças, entre alface, couve manteiga, coentro, pimenta de cheiro, maxixe e tomate cereja.

Novos investimentos

Atualmente, o projeto conta com quatro estufas, sendo duas no Conjunto Ceará, uma no Conjunto Palmeiras e uma na Granja Portugal. Além destas, a Prefeitura de Fortaleza está implantando mais três hortas sociais na Capital, que devem ser entregues em 2024 e beneficiar 400 pessoas em cada colheita.

Uma delas, no bairro Jacarecanga, já está com 85% dos serviços concluídos. As demais estão localizadas na Sapiranga e no Conjunto Habitacional Alameda das Palmeiras. Em dezembro de 2023, foi lançado edital para investimento no valor total de 3.195.312,98 para a manutenção das sete estufas.

Endereços das Hortas Sociais:

Conjunto Ceará
Endereço: Av. F, 580 – vizinho ao Colégio João Nunes (próximo ao Corpo de Bombeiros)

Conjunto Palmeiras
Endereço: Av. Castelo de Castro, 2842 (ao lado do posto de saúde Evandro Ayres de Moura)

Granja Portugal
Endereço: Rua Humberto Lomeu, 1120 (próximo ao CRAS)

WhatsApp Image 2024-02-08 at 10.19.18 (1)

IAC-Ce promove a geração de renda na comunidade do Antônio Bezerra com cursos de estética

A experiência de geração de renda em comunidades menos favorecidas economicamente é capaz de transformar a vida de muitas famílias e a realidade local. Essa ação transformadora promove melhoria financeira proporcionando benefícios diretos para o indivíduo, para a família, para a sociedade e a comunidade em geral.

Atento a essa potência que é a capacitação para gerar renda em comunidades, o Instituto de Arte e Cidadania do Ceará promove cursos de manicure, pedicure e alongamento de cílios capacitando pessoas, em sua maioria mulheres, que buscam adquirir habilidades e trabalho para compor a renda.

“Já estamos há quase três meses nesse curso de manicure e pedicure e percebe-se uma evolução de nossas alunas, e logo que concluírem o curso estarão aptas a atender e conquistar uma boa clientela”, aposta Ana Paula, instrutora do curso.

Além da expectativa pessoal com o próprio desenvolvimento profissional através do treinamento de manicure, pedicure e alongamento de cílios, iniciativas de geração de renda, como essas promovidas pelo IAC, são fundamentais para que as pessoas não precisem esperar ações do governo nem dependam de ajuda assistencial.

“Eu quis fazer esse curso para ter mais um conhecimento, porque pra mim todo conhecimento é lucro. Penso em atender em casa, juntar o dinheiro, pois caso eu não passe no ENEM, pagarei minha faculdade,” planeja Ana Cristina Silva Rodrigues, 17 anos, estudante do Ensino Médio.

Para Stephanie Araújo, 18 anos, “a minha expectativa é aprender, porque eu sempre me interessei por estética e quero trabalhar com isso. E também pretendo fazer psicologia ou design, design de moda. E esse curso aqui no IAC é uma oportunidade para juntar dinheiro e fazer a minha faculdade, caso eu não conseguir bolsa de estudo.”

Além do curso de manicure e pedicure, uma parceria com o programa Primeiro Passo do Instituto Maria da Hora, o IAC-Ce promoveu e já finalizou o curso de extensão de cílios que faz parte do Programa Criando Oportunidades, em parceria com a Secretaria de Proteção Social – SPS.

“Foi muito bom formar mulheres cheias de vontade de crescer. Por isso quero agradecer primeiramente a Deus e segundo a todos vocês do IAC, como também às “minhas meninas” por terem me ajudado a superar minha zona de conforto, a viver tudo aquilo que até já imaginei vivendo, mas não tão cedo. Muito obrigada a todos pela confiança na minha pessoa e no meu trabalho,” declarou Yasmin Gomes.

Para mais informações sobre projetos executados pelo IAC-CE, acompanhe o Instagram (@iac.ce) ou ligue para telefone: (85) 3235-6683

ComoParticipar

 

Acompanhe a divulgação de novas vagas seguindo as redes sociais do IAC-CE.

Para fazer inscrição para o Curso de Inglês é necessário comparecer a sede do IAC-CE. Em caso de menor de idade deve estar na companhia dos pais ou responsável, apresentar RG e comprovante de endereço.

Mais Informações sobre vagas para o Acolhimento Institucional em República:

Edital 2024

EDITAL PROCESSO SIMPLIFICADO – Nº 01/2024

EDITAL

PROCESSO SIMPLIFICADO - Nº 01/2024

ATO AO EDITAL

PROCESSO SIMPLIFICADO - Nº 01/2024

O INSTITUTO DE ARTE E CIDADANIA DO CEARÁ – IAC-CE, no uso de suas atribuições legais, torna público, no âmbito da política de Assistência Social, que estarão abertas as inscrições do processo seletivo simplificado para contratação de 05 Gerentes, 10 Assistentes Técnicos, 10 Educadores Sociais e 05 Agentes Administrativos, para atuar no município de Fortaleza/CE, integrando a Equipe Técnica do Projeto Integrador de Ações de Prevenção à Violência de Base Territorial em Fortaleza do Programa Integrado de Prevenção e Redução de Violência do Estado Do Ceará – PReVio

WhatsApp Image 2024-01-22 at 09.49.38

O Instituto de Arte e Cidadania do Ceará – IAC inicia 2024 com treinamento para colaboradores

No dia 20 de janeiro, em pleno sábado, o Instituto de Arte e Cidadania do Ceará – IAC, sob a orientação da coordenadora social, Lorena Vitor, realizou uma capacitação para os instrutores da sede do IAC a fim de nivelar conhecimentos, alinhar normas e procedimentos padrão. “Cada momento de aprendizado fortalece nossa equipe que já é comprometida, e com treinamentos como esse, que promovemos nesse sábado, todos poderão executar as atividades com conhecimentos e segurança,” fala a coordenadora social.

O IAC-CE sabe que em um cenário cada vez mais competitivo e de constantes transformações, seja para o setor privado, como para o Terceiro Setor, é muito importante investir em treinamento e desenvolvimento sempre com o propósito de aprimorar os conhecimentos e habilidades dos colaboradores e voluntários possibilitando, assim, uma atuação mais alinhada às estratégias e necessidades da instituição.  E Isto faz toda a diferença.

Atento à importância dessa capacitação o IAC-CE, para os educadores das creches Semeando o Saber, Mundo Feliz e Raio de Luz, promoveu, também nesse início de ano, uma incrível capacitação sobre Transtorno do Espectro Autista durante três dias intensos de aprendizado valioso com a professora Debora Leitão.  O objetivo é construindo um ambiente mais acolhedor e inclusivo para todos os nossos pequenos.

E no ano de 2023, o público interno do IAC, funcionários, colaboradores e voluntários vivenciaram várias capacitações. Vamos relembramos alguns desses treinamentos a seguir:

Em dezembro,  um ciclo de Oficinas Restaurativas de Práticas Sistêmicas, em parceria com a SPS, proporcionou aos profissionais do Abrigo do Idoso uma semana enriquecedora, explorando a importância de um olhar sistêmico como suporte para suas relações.


Para novembro, o Governo do Estado do Ceará, por meio da Secretaria da Proteção Social- SPS, em parceria com o Instituto de Arte e Cidadania – IAC, promoveu as Oficinas de Integração Restaurativas Sistêmicas para os colaboradores da Unidade de Acolhimento Tia Júlia. O trabalho desenvolvido permitiu que os participantes passassem por um processo social de tomada de consciência de si mesmos e do meio que os cerca.

Ainda no mês de novembro, dando continuidade ao ciclo de Oficinas Restaurativas de Práticas Sistêmicas, o IAC em parceria com a SPS, promoveu uma semana de capacitação aos profissionais e às pessoas ligadas direta e indiretamente aos serviços da Célula de Proteção Social Especial. Uma oportunidade para vivenciar a importância de um olhar sistêmico como recurso de suporte para suas relações.

Continuando os treinamento do mês de novembro, a convite da Secretaria Municipal da Educação-SME, a Creche Mundo Feliz representada pela professora Simone Cabral participou da formação de professores demonstrando às demais professoras as Práticas pedagógicas exitosas realizadas na Creche Mundo Feliz.

Em outubro foi  vez da capacitação bimestral dos coordenadores e técnicos dos acolhimentos de adolescentes de Fortaleza que acorreu no auditório do Cmas,  com o tema “desafios e perspectivas da atuação em rede no atendimento de crianças e adolescentes em medida protetiva de
acolhimento”.

No mês de setembro, colaboradores do IAC-CE tiveram uma capacitação sobre Boas Práticas Alimentares, conduzida pelos técnicos João Luiz e Isadora, para equipe do USPRS. O foco da capacitação foi discutir e orientar sobre a preparação e produção de refeições saudáveis que serão oferecidas à população cearense como parte do Programa Ceará Sem Fome!

Em agosto o IAC-CE recebeu a equipe de gestão da rede incluindo Lemaestrogf (COO), Ana Lopes e Ana Neiry Moura (gerente da regional nordeste), durante o 8º encontro da formação “Reconhecendo-se Falcão Ceará”, para treinamento da equipe interna do IAC-CE.

Ainda em agosto, colaboradores do Programa Cresça Com Seu Filho Criança Feliz recebem capacitação. O IAC, em parceria com a Secretaria de Direitos Humanos e Desenvolvimento Social – SDHDS, realizou uma programação de ações e oficinas, tendo como público alvo os profissionais que atuam no Programa, as famílias e gestantes acompanhadas, bem como, os indivíduos atendidos nos CRAS dos territórios onde a cogestão é desenvolvida.

Nos dias 06 e 07 de julho foi ministrada uma capacitação Voluntária de Educação Financeira na República Jovem, quando foram abordadas as temáticas: Consumismo, Compulsão por Compras, Otimização de Gastos, Organização Financeira e Reservas de Emergências. O conteúdo foi apresentado para a equipe multidisciplinar e acolhidos, incentivando a autogestão, autossuficiência e independência financeira.

Dia 31 de maio, foi o encerramento do sexto e último módulo: HABILIDADES TRANSVERSAIS – O PROFISSIONAL DE HOJE E DO AMANHÃ da capacitação “Potencializando Equipes: desafios e possibilidades” ministrado pela assistente social Robertha Arrais .

Ainda em maio, houve a formação para profissionais sobre combate ao abuso e a exploração sexual contra crianças e adolescentes na Casa da Criança e do adolescente. O programa Rede Aquarela é responsável por promover e articular atividades de prevenções, mobilização e atendimento especializado para vítimas de violência (crianças e adolescentes).

No dia 12 de maio, o encerramento da capacitação dos novos agentes do Programa Cresça Com Seu Filho/Criança Feliz, quando os novos profissionais receberam capacitação sobre objetivos, metodologias e metas do Programa em Fortaleza, além de orientações sobre Cadastro Único e kits pedagógicos para utilização com as famílias.  Com a capacitação, sob a coordenação da Secretaria Municipal dos Direitos Humanos e Desenvolvimento Social – SDHDS, da Prefeitura de Fortaleza, as visitadoras tornaram-se aptas a entrar em campo.

Ainda em maio, o Programa Aprendiz inovador e IAC-CE participou do seminário pela cultura de paz na educação em saúde mental que aconteceu no auditório da Secretaria de Proteção Social – SPS. A palestra debateu temas como saúde mental promovendo o cuidado e bem estar dos jovens aprendizes.

ComoParticipar

 

Acompanhe a divulgação de novas vagas seguindo as redes sociais do IAC-CE.

Para fazer inscrição para o Curso de Inglês é necessário comparecer a sede do IAC-CE. Em caso de menor de idade deve estar na companhia dos pais ou responsável, apresentar RG e comprovante de endereço.

Mais Informações sobre vagas para o Acolhimento Institucional em República:

WhatsApp Image 2024-01-03 at 18.18.43

O Instituto de Arte e Cidadania do Ceará – IAC apresenta o espetáculo musical “Além das Fronteiras: A Jornada do Leão”

No dia 27 de dezembro o Instituto de Arte e Cidadania do Ceará –IAC-CE reuniu a comunidade do Antônio Bezerra, familiares, colaboradores e alunos em torno do espetáculo ALEM DAS FRONTEIRAS:  A JORNADA DO LEÃO, reunindo muitos convidados para assistirem uma história emocionante, um espetáculo musical cinematográfico, apresentado em duas sessões no Teatro Dragão do Mar.

O boas vindas ao público foi dada por Dayane Meneses, coordenadora do IAC: “ É com grande alegria que realizamos nosso terceiro espetáculo musical, e essa conquista foi possível graças ao empenho e dedicação de todos os envolvidos: equipe tecnica do IAC-CE, instrutores, parceiros, comunidade, famílias atendidas e principalmente nossos queridos alunos. A participação de todos foi fundamental para a realização desse momento único que ficará nas lembranças e nos corações de tantas pessoas, e em nome do IAC, nosso sincero agradecimento,” declarou.

Jéssica Façanha, diretora artística do espetáculo, conta que o bastidor deste espetáculo  “foi uma sinfonia de criatividade e esforço conjunto, ensaios animados, ensaios puxados e muito amor e carinho na produção, desde a seleção do tema, figurino, maquiagem… tudo! Nossas turmas – seja de ballet, jazz, música ou capoeira – se empenharam na composição das apresentações para levar a magia e a essência da jornada do leão Simba,” relembra.

A produção desse espetáculo e a união das diferentes disciplinas artísticas foi um desafio empolgante, cada uma contribuindo com uma linguagem única para a construção desse universo além das fronteiras. A montagem do espetáculo foi um trabalho minucioso, com cada detalhe coreografado e cada nota musical cuidadosamente ensaiada. A equipe técnica e os professores foram incansáveis na busca pela perfeição, buscando transmitir não apenas a história, mas também os valores e emoções presentes no coração do filme.

Isso resultou numa entrega sem precedentes para o público presente. “As expectativas eram altas, e a atmosfera nos bastidores foi de pura euforia. Todos estavam ansiosos para levar o público a uma jornada inesquecível, quando a magia do cinema se encontrou  com a expressão artística de nossos talentosos alunos. A todos meus agradecimentos,” finaliza Jéssica Façanha.

 

A História

Em O Rei Leão, Simba é um jovem leão que idolatra o seu pai, o Rei Mufasa, e leva a sério o seu próprio destino real. Mas nem todos no reino comemoram o futuro glorioso de Simba. Scar, o irmão de Mufasa e anterior herdeiro do trono, tem outros planos.

Uma armadilha elaborada por Scar faz com que Mufasa, o atual Rei, morra ao tentar salvar Simba. Consumido pela culpa, Simba deixa o reino rumo a um local distante, onde encontra dois novos amigos que o ensinam a mais uma vez ter prazer pela vida e encontrar a melhor maneira de crescer e recuperar o que é seu por direito.

 

Elenco do espetáculo musical “Além das Fronteiras:  A Jornada do Leão”
Simba pequeno: José Claudio N. Neto
Mufasa/Simba adulto: Luan Teles Alcântara de Castro
Nala pequena: Maria Yasmin Sales
Nala adulta: Jéssica Façanha
Rafiki: Emilly Silva
Scar: Lúcio Márcio Alcântara de Castro
Sarabi: Teresa Clara Teles Alcântara
Zazu: Ana Luiza Moreira
Timão: Aluísio Monteiro Neto
Pumba: Francisco Augusto N. Neto
Bazai: Gabriel Sarmento
Shenzi: Eline Thalya
Ed: Rayra Alcântara

Equipe técnica
Direção Artística: Jéssica Façanha
Coreografia/Instrutores: Jéssica Façanha, Lucca Lyne, Laryssa Ellen, Philipe Vikctor
Orientação de texto: Jéssica Façanha
Consultoria vocal e musical: Phillipe Viktor
Iluminação: Fernando Silva
Cenografia: Glaydson Albuquerque
Direção de produção: Dayane Meneses e Lorena Vitor Loureiro
Assistência de produção: Vanusia Braga, Gabriel Isla, Gilline Mar- tins, Adizia Figueiredo
Adereços: Ingrid Lima, Francyele Ramos, Indira Sara
Identidade visual: Jéssika Phelicia
Fotos e vídeos: Edu Lima – Fotos e Video, Jéssika Pheli- cia e Franciely Ramos
Presidência: Monalice Araújo
Produção e realização: Instituto de Arte e Cidadania do Ceará – IAC CE

ComoParticipar

 

Acompanhe a divulgação de novas vagas seguindo as redes sociais do IAC-CE.

Para fazer inscrição para o Curso de Inglês é necessário comparecer a sede do IAC-CE. Em caso de menor de idade deve estar na companhia dos pais ou responsável, apresentar RG e comprovante de endereço.

Mais Informações sobre vagas para o Acolhimento Institucional em República:

WhatsApp Image 2023-12-11 at 09.53.17

IAC-CE reúne cozinhas solidárias (USPRs) para uma escuta com Lia Freitas, primeira-dama do Estado do Ceará

No primeiro semestre de setembro o Instituto de Arte e Cidadania, – IAC-CE começou a atuar como Unidade Gerenciadora das Unidades Sociais Produtoras de Refeições (USPRs), administrando um total de 48 cozinhas solidárias do Programa Ceará Sem Fome, produzindo e distribuindo refeições, diárias, de segunda à sexta-feira, para moradores dos bairros: Barra do Ceará, Jardim Guanabara, Vila Velha, Bom Jardim, Bonsucesso, Granja Lisboa, Granja Portugal e Siqueira.  

Passados três meses de execução do Programa Ceará Sem Fome é chegada a hora de realizar uma reunião de alinhamento com as USPRs e para isso o IAC-CE promoveu duas tardes produtivas  com as cozinhas do Lote 1, no dia 30 de novembro e do lote 6, no dia 5 de dezembro, com a presença da primeira-dama, Lia Freitas, que dialogou com cozinheiras, auxiliares e responsáveis  pelas  cozinhas solidárias (USPRs), gerenciadas pelo instituto, a fim  de elencar as demandas para aprimorar a execução do programa.

Na primeira tarde de encontro, dia 30 de novembro, na recepção à primeira-dama, Lia Freitas, alunos e alunas da turma infantil do coral “Vozes do amanhecer” se apresentaram e emocionaram os presentes. E no 5 de dezembro, o destaque foram as alunas do Baby Class de Jazz, outro projeto IAC-C, para crianças do Antônio Bezerra. Além das apresentações e das animadas rodas de conversa com a primeira-dama, foram distribuídos aventais e blusas do Ceará Sem Fome aos colaboradores do programa.

Segundo Lia Freitas atualmente há 1.028 cozinhas Ceará Sem Fome, com 96.179 refeições distribuídas. Só na Capital, são 289 unidades. No interior, são 739. O acumulado desde o funcionamento da primeira cozinha é de quase 3 milhões de refeições distribuídas. “É mais comida e dignidade para o nosso povo. E outros programas sociais estão por vir, novas parcerias, mais estrutura para cozinhas. E sei que são muitos desafios, mas estamos construindo esse programa juntos. Por isso estou aqui não só para ouvi-los como também agradecer por vocês terem acolhido o Ceará Sem Fome nos espaços de vocês na comunidade de vocês’, agradeceu a primeira-dama do Estado do Ceará.

Lia Freitas, aproveitou a ocasião para anunciar a Campanha de Arrecadação de Brinquedos do Natal Ceará Sem Fome para crianças em situação de vulnerabilidade, que são atendidas pelas mais de mil Cozinhas Ceará Sem Fome. Além de servidores e colaboradores envolvidos, a iniciativa também está aberta para a população em geral.

Monalice Aráujo Batista Fernandes, presente nessas tardes de diálogos falou desse importante compromissos. “É muito gratificante participar ativamente do Ceará Sem Fome que beneficia aos mais vulneráveis  num direito que é básico o acesso à alimentação diária”. Todos os dias, cada cozinha distribui 100 alimentações prontas para pessoas que vivem em situação de extrema pobreza.

O relatório, “O Estado da Segurança Alimentar e Nutrição no Mundo (SOFI)”, publicado em julho passado, pela Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), mostra uma piora dos indicadores de fome e insegurança alimentar no Brasil. Segundo o relatório, 70,3 milhões de pessoas estavam em 2022 estado de insegurança alimentar moderada, que é quando possuem dificuldade para se alimentar. O levantamento também aponta que 21,1 milhões de pessoas no país estavam em 2022 em insegurança alimentar grave, caracterizado por estado de fome.

“O Programa Ceará Sem Fome vem para diminuir esses números tão tristes, e nós do IAC-Ce estamos comprometidos e ao mesmo tempo orgulhosos de fazermos partes dessa ação transformadora, que beneficiará  tantas famílias, mães, pais, crianças e idosos do nosso estado”, declarou a presidente.

ComoParticipar

 

Acompanhe a divulgação de novas vagas seguindo as redes sociais do IAC-CE.

Para fazer inscrição para o Curso de Inglês é necessário comparecer a sede do IAC-CE. Em caso de menor de idade deve estar na companhia dos pais ou responsável, apresentar RG e comprovante de endereço.

Mais Informações sobre vagas para o Acolhimento Institucional em República:

WhatsApp Image 2023-12-07 at 11.48.05

Em parceria, IAC-CE e SPS entregam certificados do curso de Inclusão Digital para Crianças do Projeto Zona Viva

O Instituto de Arte e Cidadania do Ceará, IAC-CE, em parceria com a Secretaria da Proteção Social – SPS, entregou no final de novembro (29/11), os certificados de Inclusão Digital para Crianças, do projeto Zona Viva. O curso gratuito capacitou crianças a partir de sete anos de idade.

O evento aconteceu no Residencial José Euclides, no Jangurussu, e contou com a presença da secretária da Proteção Social, Onélia Santana, do secretário executivo da Proteção Social, Paulo Guedes, do secretário executivo da Infância, Família, e Combate à Fome, Caio Cavalcanti, e das coordenadoras Jessica Souza, de Qualificação Profissional, Camila Silveira coodenadora do Zona Viva e Nathália Rodrigues, supervisora Técnica do IAC-CE, além do, instrutor do curso, Sobreira Júnior.

Coordenado pela Secretaria da Proteção Social (SPS), o Zona Viva Jangurussu funciona de segunda a sexta-feira, de 8h às 22h, com ações de capacitação profissional, esporte, cultura e lazer para a comunidade. O espaço foi inaugurado em 3 de agosto de 2023 e conta com brinquedopraça, sala de informática, sala multiuso e área de eventos. O público alvo do projeto são famílias residentes nos conjuntos habitacionais e em áreas vizinhas.

Para Nathália Rodrigues, supervisora Técnica do IAC-CE, “o conhecimento adquirido em Inclusão digital na educação infantil é como o próprio nome sugere, democratizar o acesso ao conhecimento tecnológico. Garantindo mais equidade aos beneficiários.”

Sobre o Zona Viva Nathália Rodrigues acrescenta que: “É um equipamento de Cultura, Tecnologia e Qualificação. Explorando horizontes digitais e construindo sonhos tecnológicos através de atividades lúdicas e interativas. Funciona como ponto de apoio para várias atividades do Governo do Estado, dentro do Residencial. Um equipamento que oportuniza interações planejadas em diferentes faixas etárias atendendo crianças, jovens e adultos propiciando qualificação profissional e consequentemente incentivando o empreendedorismo, além da prática de esporte e lazer para a comunidade em que está inserido”, explica a supervisora.

E o projeto Zona Viva não para por aí. Já há previsão de uma nova unidade que será instalada no Residencial Cidade Jardim I, no bairro José Walter. A previsão de início das atividades é janeiro de 2024.

Para mais informações sobre projetos executados pelo IAC-CE, acompanhe o Instagram (@iac.ce) ou ligue para telefone: (85) 3235-6683

ComoParticipar

 

Acompanhe a divulgação de novas vagas seguindo as redes sociais do IAC-CE.

Para fazer inscrição para o Curso de Inglês é necessário comparecer a sede do IAC-CE. Em caso de menor de idade deve estar na companhia dos pais ou responsável, apresentar RG e comprovante de endereço.

Mais Informações sobre vagas para o Acolhimento Institucional em República:

WhatsApp Image 2023-12-04 at 09.16.36

Documentário “Fiz 18, e agora?” ganha 1° lugar no Prêmio MPCE de Jornalismo e entrevista jovens da República

A noite da última quinta-feira (30/11) foi marcada pela entrega do 5° Prêmio MPCE de Jornalismo, ocorrida no Plenário dos Órgãos Colegiados, na Procuradoria Geral de Justiça, em Fortaleza. O Documentário “Fiz 18, e agora?” que contou com a com a participação do Acolhimento Institucional na Modalidade de República ganha 1° lugar no Prêmio MPCE de Telejornalismo.

A República, como se chama informalmente, é um equipamento, gerenciado pelo Instituto de Arte e Cidadania – IAC-CE, em parceria com a Prefeitura Municipal de Fortaleza, por meio da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Desenvolvimento Social – SDHDS, onde executa-se o serviço de Acolhimento Institucional na Modalidade de República para jovens que tenham atingido a maioridade, egressos de acolhimentos para crianças e adolescentes do município de Fortaleza – CE que atendam os requisitos do programa.

Em maio deste ano, 2023, a República começou a ser visitada pela equipe da TV Assembleia para a produção do documentário sobre a vida de jovens que saem de instituições de acolhimento para crianças e adolescentes ao atingirem a maioridade. Durante a visita, a equipe liderada pela repórter Janaína Gouveia – TV Assembleia e a produtora Aline Cavalcanti, e teve a oportunidade de conhecer a República de Acolhimento. “A ideia surgiu de uma provocação, do nosso diretor Rafael Luis que trouxe a ideia, mostrando que é um assunto pouco falado, pouco abordado. Então nós compramos a ideia, mas no início sentimos dificuldade em como abordar um assunto tão delicado e forte,” explicou Aline Cavalcanti, produtora do documentário.

Muito feliz por conquistar o 1º lugar no 5º Prêmio de Jornalismo do MPCE! No programa Repórter Assembleia, com o tema “Fiz 18, e agora?”, falamos sobre as histórias de adolescentes que moram em Instituições de Acolhimento e, ao completarem dezoito anos, enfrentam o desafio de deixarem essas instituições. Minha grande motivação como jornalista é levar para as pessoas histórias que muitas vezes são consideradas “invisíveis”, mostrando realidades tão diversas. Esses jovens, ao compartilharem suas experiências, mostram que é possível dar novos significados às suas vidas e que, com o apoio adequado, podem se tornar vencedores. Tive a honra de participar desse programa ao lado de uma equipe incrivelmente competente: Aline Cavalcanti (produção), Marcelo Alves (imagens), Salomão Costa (imagens), Daniel Shade (imagens drone), Vinicius Bozzo (edição), Fábio Virgílio (transporte), Siete Batista (maquiagem). E sempre com o olhar apurado e apoio incondicional da nossa coordenadora Angela Gurgel”, destacou a repórter Janaína Gouveia.

Ao comunicar a premiação ao Instituto de Arte e Cidadania – IAC-CE, informando que o programa sobre jovens que precisam sair das instituições de acolhimento, quando fazem 18 anos, conquistou o 1º lugar no Prêmio MPCE de jornalismo, a produtora Aline Cavalcanti disse: Esse troféu também é de vocês!

“Nós do IAC nos sentimos muito felizes em compartilhar esse momento de visibilidade para o Acolhimento Institucional – Modalidade República, gerido pelo IAC com o suporte da SDHDS, que acolhe jovens com mais de 18 anos egressos de algum dos acolhimentos institucionais que recebem crianças e adolescentes em Fortaleza. A República tem o papel de dar o suporte psicológico, social e pedagógico para que esses jovens consigam se estabilizar em todas as áreas da vida, se desenvolver de maneira saudável e que tenham um projeto e um plano de vida digno”, ratificou Monalice Araújo Batista Fernandes, presidente do IAC-CE

Para assistir o documentário “Fiz 18, e agora?” completo produzido pelo Núcleo de Documentários da Assembleia Lesgislativa do Ceará ( ALECE) que conquistou o primeiro lugar categoria Telejornalismo, no 5° Prêmio MPCE de Jornalismo clique no link: https://www.youtube.com/watch?v=Fe_b7CxDqQQ

Crédito das fotos da galeria: Aline Cavalcanti

Para mais informações sobre os projetos do IAC-CE acesse o site (www.iacce.org.br/), Instagram (@iac.ce) ou telefone: 3235-6683

ComoParticipar

 

Acompanhe a divulgação de novas vagas seguindo as redes sociais do IAC-CE.

Para fazer inscrição para o Curso de Inglês é necessário comparecer a sede do IAC-CE. Em caso de menor de idade deve estar na companhia dos pais ou responsável, apresentar RG e comprovante de endereço.

Mais Informações sobre vagas para o Acolhimento Institucional em República:

WhatsApp Image 2023-12-19 at 15.33.49

No mês do Músico, o Instituto de Arte e Cidadania realiza a terceira edição do Recital de Música do IAC

Na semana em que se comemora o Dia do Músico (22 de novembro), a sede do Instituto de Arte e Cidadania – IAC, foi palco do 3º Recital de Música do IAC, quando todas as turmas de crianças, jovens, adultos e idosos apresentaram performances incríveis que emocionaram a todos presentes.

“A ideia do recital de música surgiu devido à evolução dos meus alunos. De certa forma, eu não tinha como provar essa evolução e eles não tinham pra quem mostrar. Uma coisa é você mostrar para os familiares que às vezes nem dão tanta confiança. É como diz o ditado: Santo de Casa não obra milagre. Então quis montar algo que pelo menos entre eles conseguissem mostrar o que sabem. Quem tem alma de músico, de artista em geral, seja dançarino, tem quase que um chamado a mostrar o seu talento, sabe? Artista é isso, seja no teatro, seja na música, seja na dança, o artista é aquele que tem um dom e ele quer mostrar para as pessoas,” conta Philipe Victor, professor de música do IAC-CE

O professor lembra que já foi aluno: “estudei na UES, estudei no Conservatório de Música Alberto Nepomuceno, já fui do Coral da Assembleia Legislativa do Estado do Ceará, já participei do Coral do Crio, já participei de outras vertentes da área das artes e eu vi que, por exemplo, todos esses locais sempre tinham uma culminância no final do ano e isso gerava expectativa. E no nosso caso, além da expectativa, houve uma excelente aceitação. Eles se preparam, pois sempre serão cobrados no final. E hoje é um evento aberto ao público e os alunos aceitaram isso muito bem também”, concluiu.

Nessa terceira edição, no Recital de Música do IAC, a programação contou com 22 apresentações das turmas infantil, infanto-juvenil, adulta e da turma com alunos da melhor idade. Foram músicas instrumentais, gospel, música popular brasileira. “E todas foram apresentações de alto nível com plena capacidade de serem apresentadas em veículos de comunicação, como uma TV, por exemplo,” garante o professor Philipe.

Para uma próxima edição a expectativa é melhorar mais ainda o nível da produção, a equipe técnica, a qualidade do som. “Eu quero que o evento seja à noite e que possamos atrair um público de cem a duzentas pessoas, além dos familiares. Essa é nossa expectativa: fazer mais organizado, pois afinal esse recital já está inserido no calendário anual do IAC e sou muito grato, por isso,” agradece o professor.

Para mais informações sobre os projetos do  IAC_CE acesse o site (www.iacce.org.br/), Instagram (@iac.ce) ou telefone: 3235-6683

ComoParticipar

 

Acompanhe a divulgação de novas vagas seguindo as redes sociais do IAC-CE.

Para fazer inscrição para o Curso de Inglês é necessário comparecer a sede do IAC-CE. Em caso de menor de idade deve estar na companhia dos pais ou responsável, apresentar RG e comprovante de endereço.

Mais Informações sobre vagas para o Acolhimento Institucional em República: